quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Se você pensa...




Se você pensa que me manda
Que sou apenas mulher na cama
Fique longe de mim...
Não me diga mais Nada... Nada!
Dê a tudo um fim!



Se você pensa que de tudo esquecerei
Que com beijos ou prazer farei de você meu rei
Equivocou-se, meu bem!
Sou dona de meu destino
Aos que ficam me dedico, aos que vão Amém!



Se você pensa que palavras vão me comprar
Que com promessas sem fundamento vai me domar
Ah... Ah... Então não me conhece!
Dê à Deus apenas uma prece
Para te salvar do inferno que merece!



Se você pensa que sou mais uma puta
Que desconheço sua falsa conduta
Aconselho-te à ir a luta
Não sou flor à ser cheirada
Para depois ser arrancada e pisada
Dou valor aos que me querem bem!



Se você pensa...
Pensa tudo e não chega a nada
Construindo castelos como ilusória morada
Escute a minha voz sussurando Adeus
Desmoronando os tijolos dessa loucura
Soterrando-te sob os escombros, sem a luz dos olhos meus!

Nenhum comentário:

Postar um comentário