quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Saudades


Sinto saudades, mais de mim do que propriamente de você. Já está mtão entranhado em mim, tão marcado e eternizado em meu corpo e em minha alma, que não sei quem eu sou se não está mais ao meu lado:

Tenho saudades de ser uma pena a voar
Deslizando a conhecer o mundo, a te trilhar
Serei uma vela estirando a haste a uma direção sem destino
Vagando sem meu porto, sem meu abrigo
Vivendo, seguindo sem um sentido
Por um caminho turvo, que não sei para onde me levará!

Tenho saudades de sentir meu coraçao bater
Nossos corpos suados e unidos iluninados pelo sol, antes do anoitecer
Da sua voz me reservando palavras de mel
Era tudo tão perfeito quanto estar me perdendo no céu!
Serei então, uma lágrima invisivel a deslizar pelas sombras da noite
A evaporar no silêncio da madrugada...
Para morrer para sempre nas sombras da inexisncia durante o dia!

Tenho saudades da pétula macia e perfumada do amor
A alisar minha vida com sua beleza e sua cor.
Das rápidas demonstrações de me querer bem
De me fazer sentirque nossos momentos eram mais que passagens e sonhos além...
Serei então...
Uma fortaleza dura e implacável a conserva minha paz.
Pois nada de você eu tenho mais
Do que lembranças, sonhos e esperaças perdidas.

Camilla da Silva Ribeiro

Saudade

Saudade é solidão acompanhada,
é quando o amor ainda não foi embora,
mas o amado já...

Saudade é amar um passado que ainda não passou,
é recusar um presente que nos machuca,
é não ver o futuro que nos convida...

Saudade é sentir que existe o que não existe mais...

Saudade é o inferno dos que perderam,
é a dor dos que ficaram para trás,
é o gosto de morte na boca dos que continuam...

Só uma pessoa no mundo deseja sentir saudade:
aquela que nunca amou.

E esse é o maior dos sofrimentos:
não ter por quem sentir saudades,
passar pela vida e não viver.

O maior dos sofrimentos é nunca ter sofrido.
Pablo Neruda

Nenhum comentário:

Postar um comentário