sábado, 14 de maio de 2011

Identidade


Estou no momento sem minhas digitais, uma perca da identidade emocional. Essas linhas finas que compõe as pontas dos dedos se desintegraram lentamente... Olho para minhas mãos e não sei o que fazer com elas. Não sei se prefiro escondê-las, infiltrando-as por dentro das vestes de minha alma ou se mostro-as correndo o risco de ferí-las diante das dores que compõe essa realidade.

Camilla da Silva Ribeiro

Um comentário:

  1. Há sempre o momento do encontro com nos mesmos...
    O auto conhecimento.
    Perder-se para então se encontrar...
    É isso, essa busca eterna de SER.

    Adorei o texto.

    Aliás, gostei muito deste teu cantinho aqui!

    Beijos Mágicos!

    Fabricante de Sonhos

    ResponderExcluir