domingo, 3 de abril de 2011

Tempo Escasso




A maior parte do tempo estou sozinha, conversando comigo mesmo através dos pensamentos, interagindo com o som da minha própria voz, camuflada pelo silencio de meu exterior. É algo totalmete estranho, pois que parece que houve um isolamento íntimo, algo imposto por minha própria vida. Às vezes (quase sempre) nem percebo que isso me ocorre, com todas atividades do cotidiano. Vivo de acordo com as necessidades do relógio e corro para estar em dia com minhas responsabilidades.
As pessoas nos quais amo ficaram para trás, perdidas no vácuo de minha casa e escondidas e totalmente enterradas em meu passado. Estou presa em meio a uma camada grossa de vidro, cercada por mim mesma. Pergunto-me: Como tantas pessoas conseguem viver sem poder externar a essencia de si mesma? Ai, respondendo a essa pergunta, e vivenciando tal acontecimento percebo que é muito frequente estarmos solitários no meio de tanta gente e tão vazios de significado. De repente, não temos nada em nós, apenas uma breve necessidade de sobreviver... Precisamos ter títulos notórios para mostrar nossa falsa riqueza interior, ouros nos cofres para demostrar nosso poder perante os mais fracos e nossa inutilidade na arte de amar e por fim, necessitamos de bajuladores dissimulados para mostrar que somos amados... Mas esquecemos que para que tudo isso aconteça devemos acordar toda manhã e vestirmos nossa roupagem feita de aparencias, sorrir quando queremos é chorar, viver sem mesmo saber o porque... Ás vezes penso que sou uma máquina andante, indo à esmo pelas estradas da vida, no meio de tantas pessoas cujos objetivos são iguais aos meus: Apenas de estar vivo e continuar mais um dia. Seja esse estudando ou trabalhando. Correndo, sem tempo de pensar no que verdadeiramente é para ser pensado.
O tempo é escasso. Cada dia que passa é um virar dos ponteiros do relógio e é uma última oportunidade de enxergarmos as pessoas que estão ao seu lado. Já disse ao seu marido que o ama hoje? Ou antes mesmo de abrir os olhos pela manhã já correu porque o onibus das sete irá passar em cinco minutos?... Frases de amor levam apenas alguns segundos para serem ditas, mas perduram por toda eterniadade nos ouvidos de quem as ouve. Abraçar seu filho, contar uma passagem engraçada para seus verdadeiros amigos. Oh, momentos tão lindos! Quando vamos aprender a ter tempo para a vida ?
Escrevo esse texto, olhando às horas . Penso que amanhã bem cedo tenho que trabalhar. Mas eu preciso e eu quero amar. Amar as palavras que saiam de mim, que voam em sinfonias no batucar de meu teclado. É a única coisa que nesse momento eu posso dar, pois depois... Depois não vou ter tempo... Não terei tempo de te contar.


Camilla da Silva Ribeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário