domingo, 3 de abril de 2011

O Trecho sem sentido


Fechei meus olhos para prender as lágrimas que iriam rolar ...
A dor me dilacerava a alma e sangrava meu coração
Desde então, fraca e muda, não sei para aonde vou. Não sei mais aonde quero e posso estar.
Nas alamedas de meu destino encontrei ilusões em forma de aosis
Sonhos revistidos pela capa falsa de uma coragem vazia e inexistente, que se entitulava a VERDADE.

Camilla da silva Ribeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário