terça-feira, 30 de novembro de 2010

Caminhos


Deus!Sei que o vale é muito escuro, mas mesmo assim o desafio.
Sei que a bela rosa tem espinhos, mas mesmo assim a toco.

Deus! Sei que o rio Das lágrimas afunda e mata, mas mesmo assim mergulho.
Sei que a dependência adia o gosto amargo do remédio, mas eu a quero.
Sei que areia movediça afunda e corroe, mas naquele momento me parecia o melhor. Fui fundo.
Sei que as pedras cortam os pés, mas mesmo assim as piso.

Se o vale é escuro o céu é azul, pois precisamos da escuridão do vale para encontrar a luz do céu.
A bela flor machuca, mas esperança me curará a dor.
O rio das lágrimas afunda e mata, mas é sempre tempo de levantar.
A dependência adia a dor cruel, mas sei que um dia terei que andar com minhas próprias pernas.
A areia movediça sufoca e corroe, mas sempre terei outras existências para ter novas escolhas.

A vida é uma escolha de caminhos que nos levam para o paraíso ou para o inferno.
Às vezes procuramos estradas erradas, mas Deus com sua infinita sabedoria nos deixou o direito da escolha. Nos deu direito a errar e prosseguir de encontro à luz...

Nenhum comentário:

Postar um comentário