quarta-feira, 2 de junho de 2010

Apenas Um Poema


Quero-te com a mesma necessidade do sol
Beber-te as risadas, os néctares doces do paladar
Assim como as plantas bebem a seiva
E perpetuar a sua voz, o seu silencio, a sua vinda na minha mente qual um segundo eterno de prazer...

Quero-te com a mesma necessidade dos rios com as chuvas
Agarrar-me aos seus braços, respirar do seu ar
Assim como do leite da mãe, o filho ganha vida...
E perpetuar os seus olhos na minha vista, embalar-te na minha alma e deliciar-me com seu suspirar alegre.

Luz do sol que abre as pétalas de uma flor
Que dá energia ao corpo e esquenta as manhãs de frio
Luz do sol que amanhece o meu dia com os raios de sua alegria
Evapora os rios da tristeza e os leva para o fim do dia, da vida...

Camilla da Silva Ribeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário